EGITO COM SANDRO DONIZETE

CURIOSIDADES

Créditos da fotografia: Revista Viagem e Turismo 

 

Os faraós eram gordos mesmo que imagens do Egito Antigo mostrem que os faraós eram pessoas esbeltas, a realidade é diferente. Os banquetes eram bastante fartos e a dieta era rica em mel, açúcar e pão, por isso, a grande maioria dos faraós eram gordos.

Trabalho pago pelas pirâmides embora muitos pensem que as pirâmides do Egito tenham sido construídas por escravos, na verdade, os trabalhadores eram pagos pelos faraós.

Domingo é um dia útil O nosso domingo, por exemplo, é um dia útil para eles. Desta forma, é possível dizer que o fim de semana do país é a nossa sexta-feira e sábado.

Cerveja era moeda de troca no Egito Os primeiros registros de cerveja no mundo têm 6 mil anos e são ligados aos Sumérios, povo mesopotâmico. Mas você sabia que esta bebida tinha um alto valor no Egito? Muitos pensam que, na época dos faraós, o ouro era o que mais valia, mas a cerveja chegou a ser moeda de troca operários que trabalhavam na construção das pirâmides recebiam entre 4 e 5 litros diários de cerveja.

Punição com morte caso matasse gatos No Egito Antigo, os gatos eram bastante valorizados. Quem matasse um desses felinos era punido com a morte e, em sinal de luto, os egípcios chegavam a depilar as sobrancelhas.

Os egípcios foram os primeiros a adotar o calendário com 365 dias A contagem dos dias desta forma era feita para saber quando o Rio Nilo iria inundar.

Os egípcios criaram o barco a vela Portugueses e Espanhóis são famosos mundialmente por terem desbravados os mares ao redor do mundo, mas o que muitos não sabem é que o barco a vela é uma criação do Egito, país que é conhecido por muitas invenções, como a pasta de dente e o calendário.

 

As Pirâmides de Gizé foram construídas para durar até a eternidade. Até agora, conseguiram: a Grande Pirâmide é a última maravilha do mundo antigo que ainda resiste ao tempo.
A arquitetura dessas estruturas é tão extraordinária que os historiadores ainda não estão certos de como exatamente os antigos egípcios as construíram sem a ajuda da engenharia moderna. Depois de 4.500 anos de exposição aos elementos naturais, as pirâmides ainda resistem ao tempo como montanhas artificiais, refletindo a ingenuidade das pessoas que as construíram. O legado do Egito antigo é preservado por meio desses monumentos.


Estas três majestosas pirâmides foram construídas como tumbas reais para os reis Quéops, Quéfren, e Miquerinos - pai, filho e neto. A maior delas, com 146,6 m de altura (49 andares), é chamada Grande Pirâmide, e foi construída cerca de 2550 a.C para Quéops, no auge do antigo reinado do Egito.
Sua construção é uma homenagem ao faraó que comandava o Egito naquela época.  Entre as pirâmides do Egito, a tumba representa a menor estrutura. Também localizada na península de Gizé, ela foi construída para abrigar o corpo de Miquerinos, neto do faraó Queóps e filho de Quéfren.

Para construir suas imponentes pirâmides, os egípcios tiveram que transportar gigantescos blocos de pedra e estátuas que pesavam toneladas pelo deserto. Para fazer isso eles usavam grandes trenós de madeira. Eles umidificariam a areia sobre a qual os trenós deslizavam.


Construído por volta de 2550 a.C., o suntuoso monumento de 137 metros de altura contou com o trabalho de 100 mil homens ao longo de 20 anos. A Grande Pirâmide, na verdade, compõe um conjunto de construções que nomeiam as chamadas Pirâmides de Gizé.
As pirâmides tem 8 lados.

 

Até hoje são encontrados artefatos do Egito Antigo e múmias. Por todo o país, diversos arqueólogos fazem escavações. Um dos lugares mais escavados é o Vale do Reis, em Luxor, onde, inclusive, foi encontrado o faraó Tutankamon.

O mistério da Maldição de Tutankamon: Existe uma maldição que leva o seu nome e que foi usada para justificar a sequência de mortes dos arqueólogos que descobriram a sua tumba, em 1922. O fato ocorreu pouco depois da revelação da câmara mortuária do jovem faraó.

Diz a lenda que na câmara mortuária tinha a frase: “A morte vai atacar com seu tridente aqueles que incomodarem o repouso do faraó”. Mas, na verdade, os arqueólogos morreram em decorrência de um fungo que atacou os seus pulmões.

Onde está a Cleópatra? Apesar da grande quantidade de pessoas escavando o país, até agora, nenhum vestígio do túmulo de Cleópatra, que comandou o Egito por 22 anos, foi encontrado.

Curiosidades do Egito de hoje 

Andar de carro no Egito é uma aventura é som de buzina para todo o lado, principalmente, na capital Cairo. Chega a assustar quem não é de lá, mas os egípcios convivem muito bem sem este tipo de sinalização.

A região metropolitana do Cairo tem apenas 25 semáforos. E olha que lá residem mais de 20 milhões de pessoas. Dá-lhe buzina!  Camelos e Uber no trânsito Uma das curiosidades do Egito é que os camelos fazem parte do trânsito.

Quando estivermos no Saara dizer: Estou no grande Saara ou no Saara, não dizer estou no deserto do Saara pois Saara significa deserto.

S

Valéria Rocha

BR 21

(11) 954731366

Sandro Donizete 

Empoderando Pessoas

(11) 976364372